3 May 2017

WRAP UP #4 // APRIL


Três livros foi o total das minhas leituras durante o mês de Abril. É interessante ver, através de publicações mensais como estas, que a minha média de livros tem sido três-por-mês, algo a que nunca tinha dado particular atenção anteriormente. Gostava de ter tempo para mais, mas fico contente sabendo que já li 15 livros desde o início do ano, algo que podem acompanhar através da minha conta Goodreads ou das anteriores publicações com resumos do que li (JAN / FEV / MAR).





1. DIZ-LHE QUE NÃO, Helena Magalhães (2017)

Descobri este livro por intermédio da blogosfera. Quem já leu publicações anteriores, sabe que foi há bem pouco tempo que voltei a este mundo, pelo que talvez não seja assim tão estranho dizer-vos que nunca ouvi falar da Helena até à publicação do seu livro, sendo que o The Styland veio por acréscimo, passando a ser de imediato um dos meus blogues favoritos. Diz-lhe Que Não é um conjunto de textos que relatam casos amorosos falhados, misturando humor com conselhos para mostrar arquétipos de homens que vieram, partiram corações e não mais voltaram. Ri-me bastante com alguns dos casos descritos, lembrei-me de histórias de relacionamentos anteriores, e passei um bom bocado com uma escrita leve que me deu vontade de querer mais. 




 2. BLUE LILY, LILY BLUE #3, Maggie Stiefvater (2014)

The Raven Cycle começou por ser daquelas sagas que quis ler por ser famosa entre a comunidade do Goodreads. O primeiro livro, The Raven Boys (2012), desiludiu-me um pouco, ainda que tivesse prometido ler os restantes livros para ter uma opinião completa da história em si. Fico muito feliz por tê-lo feito, já que fiquei viciada neste terceiro livro e só parei de o ler quando chegou ao fim. Acho que o que se destaca em particular na narrativa de Stiefvater é a criatividade da escritora em proporcionar um mundo tão distinto numa ficção tão igual nos dias de hoje. Depois de vampiros, lobisomens, distopias e dragões, é gratificante conseguir ler uma história que mistura videntes com história do País de Gales pelo meio e que nada tem que ver com o que habitualmente lemos na ficção contemporânea.





3. MILK AND HONEY, Rupi Kaur (2014)

Ainda estou a tentar absorver a beleza deste livro, razão pela qual vou fazer uma publicação especial sobre a colectânea de poemas e prosa que me tiraram o fôlego por completo. A mensagem de Milk and Honey é talvez das mais bonitas que já recebi, entrando discretamente na lista de livros que mudaram a minha vida. Os poemas de Rupi Kaur falam-nos de traumas, aprendizagens, pesadelos que vieram da infância e chegaram até à vida adulta. De certa forma, é um livro que nos tenta ensinar a amar, ao mesmo tempo que a própria narradora procura amar-se a si mesma. Não quero dar-vos mais, esperando pela publicação individual sobre o livro, embora tenha que vos dizer que este tipo de poesia abana-nos por todo o lado, quando devidamente recebido. 

...

E estes foram os livros do mês de Abril! Já comecei o mês de Maio com dois livros, tentando conciliá-los com a grande quantidade de trabalhos que tenho para fazer até ao final do mês. E vocês, já leram algum destes livros? 

4 comments so far

  1. Tenho uma enorme curiosidade no livro da Helena Magalhães. Já ouvi maravilhas.

    ReplyDelete
  2. Também ando a ler o livro da Helena Magalhães! Uma leitura leve e bonita, cheia de humor e girlpower :)

    It's Ok

    ReplyDelete
  3. É uma maravilha *.*
    Que saudades de parar e poder ler um livro! Tenho um pousado na minha mesinha de cabeceira há dois meses, só consegui ler meia dúzia de páginas e não voltei a pegar nele, porque a tese tem ocupado todas as minhas leituras

    ReplyDelete
  4. Fiquei curiosa com o Milk and Honey!

    ReplyDelete

SHE WRITES © . Design by FCD.