2 May 2017

THE CIRCLE (2017)


Por norma, qualquer filme que tenha a Emma Watson é um must watch, e foi exactamente isso que prometi a mim mesma como potterhead fiel que sou aos actores que me ajudaram a crescer. The Circle (2017) é o típico filme que, se bem vendido, é capaz de me deixar colada ao ecrã até ao fim. Infelizmente, não posso dizer que tenha sido o caso, num techno-thriller que prometia uma grande história, com um grande elenco, mas que acabou numa (pequena) desilusão.

Usually, any movie with Emma Watson is a must watch, which is exactly what I promised to myself, like the faithful potterhead that I am to the actors that helped me grow up. The Circle (2017) is the typical movie that, if well sold, can keep me glued to the screen until the very end. Unfortunately I can't say it happened with this one, in this techno-thriller that promised a big story, with a great cast, but ended up being a (small) disappointment. 




Mae Holland (Emma Watson) é a típica rapariga que se sente pouco realizada com aquilo que faz. Através de Annie (Karen Gillan, que saudades que eu tinha de a ver no meu ecrã!), consegue um novo trabalho como assistente de comunicação numa das maiores empresas do país, The Circle. A tecnologia avançada, juntamente com a cada vez maior dependência às redes sociais, fazem com que a empresa de Eamon (Tom Hanks) e de Tom (Patton Oswalt) tenha vigilância total um pouco por todo o mundo. Mae é catapultada para um lugar onde existem sensores que seguem cada passo seu e dos seus familiares, apercebendo-se rapidamente que uma empresa como esta traz mais complicações do que benefícios. 

Parece interessante, não parece? Também achei, eu que tenho uma grande paixão por filmes futuristas, com a tecnologia altamente avançada que transgride os limites aceitáveis da humanidade. Para além de ter achado o desenvolvimento da acção um bocado lento, tornando os diálogos um pouco estranhos e pouco fluídos, achei que o final foi muito apressado e sem conteúdo. O elenco chama-nos à atenção, desde Emma Watson, Tom Hanks e até John Boyega, que interpreta um dos co-fundadores da empresa, funcionando como a personagem que não concorda com aquilo que criou. A história poderia ter mais potencial se houvesse profundidade nas personagens, o que se notou principalmente com Mae, que mostra várias inconsistências e que tornam a sua decisão final (se spoilers, prometo!) bastante confusa. 

Mae Holland (Emma Watson) is the typical girl that feels unaccomplished with what she does. Through Annie (Karen Gillan, how much I missed her in my screen!), Mae gets a new job as a costumer relations job in one of the biggest companies in the country, The Circle. The advanced technology, as well as the each day bigger dependence to social media networks, make the company of Eamon (Tom Hanks) and Tom (Patton Oswalt) have total surveillance throughout the world. Mae is thrown into a place where there are sensors following her and her family every steps, making her immediately realize that a company like this one brings more complications than benefits. 

Seems interesting, right? I thought so too, considering my passion for futuristic movies, with advanced technology that crosses the limits acceptable by humanity. Besides thinking that the action's development was a bit slow, making the dialogues a bit weird and poorly fluid, I also thought that the ending was a bit rushed and with no content. The cast gets our attention, from Emma Watson, Tom Hanks and even John Boyega, that interprets one of the co-founders, working as the character whom no longer agrees with what he created. The story could had potential if there was depth in the characters, and that could be observed mainly with Mae, whom shows a lot of inconsistencies that make her final decision (no spoilers, I promise!) rather confusing.  



Independentemente da construção do filme, adorei a mensagem que a história quer trazer ao espectador: num mundo onde as redes sociais são cada vez mais as donas do nosso dia-a-dia, daquilo que fazemos e do que comunicamos uns com os outros, até onde conseguimos ir sem ultrapassar os limites? Se já viram o filme, por favor digam-me a vossa opinião, se gostaram ou não!

Despite the movie's construction, I loved the message the story tried to send to the viewer: in a world where social media is more and more the boss of you, of what you do and how you communicate with others, how further can we go before reaching the limits? If you've watched the movie, please tell me what you thought, if you enjoyed it or not! 

12 comments so far

  1. Confesso que não sou nada fã de filmes do género, mas o facto de ter a Emma Watson fez-me querer vê-lo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. A Emma está, como sempre, muito bem. Acho que a culpa, neste caso, esteve na produção do filme :)

      Delete
  2. Temos bastante curiosidade com este filme, mas infelizmente ainda não o conseguimos ver :/
    Beijinhos**
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ReplyDelete
    Replies
    1. Gostava muito que quando o vissem me dessem a vossa opinião, para perceber se fui só eu ou se foi sentimento geral :)

      Delete
  3. Não vejo muito filmes deste género, mas talvez devido a essa mensagem ainda lhe dê uma chance!
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ReplyDelete
    Replies
    1. Espero que venhas a gostar mais do filme do que eu.
      Beijinhos!

      Delete
  4. Bem, eu pensei ir vê-lo apenas e só por causa do Tom Hanks e agora estou triste por ter percebido que não vale a pena... Vou esperar que saía na net para não me arrepender tanto 😂

    (e a culpa do blog estar com um bom resultado é, maioritariamente, tua! :))

    ReplyDelete
    Replies
    1. Mas pode valer a pena para ti, não significa que tenhamos a mesma opinião! Por acaso, quando acabei de ver o filme, fiquei com a sensação que era um filme mais interessante para se ver em casa e não numa sala de cinema, mas pode ser que gostes!

      Eu só fiz o básico, a transformação e o toque pessoal foste tu! :)

      Delete
  5. Fiquei curiosa... Talvez dê uma hipótese ao filme. Não estava grande virada para isso mas quem sabe me surpreenda. :)
    Beijinho*
    Soraia and Other Things

    ReplyDelete
    Replies
    1. É mesmo isso, pode ser que te surpreenda, muito mais do que a mim!
      Beijinhos, Soraia :)

      Delete
  6. Por acaso temos alguma curiosidade em relação a este filme. Agora ficámos um pouco na dúvida com a tua desilusão do final...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Aiiii, não se prendam por mim! De coração! Opiniões são diferentes para cada lado e pode ser que vocês gostem! A sério :)

      Delete

SHE WRITES © . Design by FCD.