9 May 2017

21 ANOS E EU NUNCA...



Porque esta semana é a semana do meu aniversário, resolvi finalmente participar na ideia original da Carolayne com algumas das coisas que nunca fiz aos 21 anos (cheguei tarde, mas ainda a tempo!), como forma de dizer adeus a este número e dar as boas-vindas aos 22, que chegam a 11 de Maio. 

Because this week I celebrate my birthday, I finally decided to join and participate in Carolayne's original idea with some of the things I never did while I was 21 years old (I was rather late, but still in time!), as a way to say goodbye to this number and welcome the 22, that comes by May 11th. 



... FUI A UM FESTIVAL / WENT TO A FESTIVAL

Quando era mais nova pedia todos os anos para ir ao antigo Optimus Alive por ter todas as bandas maravilhosas de rock que eu queria ver ao vivo. Nunca aconteceu, graças à patroa cá de casa, porque dizia que era um sítio caótico, cheio de gente, e que ainda não tinha idade. Hoje, acho que não conseguiria ir a um festival por sofrer de ataques de ansiedade, tendo uma espécie de claustrofobia rodeada de tanta gente. Dá-me pena, porque considero ser uma experiência super divertida, mas preciso de controlar a ansiedade primeiro. 

When I was younger, every year I would ask to go to the old Optimus Alive (now NOS Alive) because it had all the wonderful rock bands I wanted to see live. It never happened, thanks to the boss lady here at home, because she'd always say it was chaotic, full of people, and that I was too young to go. Today, I don't think I would be able to go, due to my anxiety attacks, having some kind of claustrophobia of being surrounded by so many people. It makes me sad, because I think it's a really fun experience, but I need to control my anxiety first. 


... APRENDI A COSER UM BOTÃO / LEARNED HOW TO SEW A BUTTON 

Sempre culpei o facto de ser esquerdina, mas a verdade é que aliei isso à preguiça e hoje não sei coser absolutamente nada. A minha avó bem que tentava, lá com as lãs dela e as linhas, mas eu nunca consegui aprender, algo que hoje me dá bastante pena. 

I always blamed the fact that I was left-handed, but the truth is I put all that together with my laziness and today I don't know how to sew anything. My grandma did try, with her wool and threads, but I never managed to learn, something that I regret a lot. 


... VISITEI O PORTO / VISITED OPORTO 

Isto está na minha lista de coisas-que-tenho-que-fazer-este-ano. Não é totalmente verdade, pois quando era criança passei por lá quando ia de férias para casa da minha avó, no Norte. Ainda assim, não me lembro de nada e é das cidades que mais quero visitar com olhos de ver, pois considero o Porto uma das cidades mais bonitas que o nosso país tem, com aquela paisagem maravilhosa do Douro para nos acompanhar. 

This is in my list of things-that-I-have-to-do-this-year. It's not totally true, because when I was a child I went there before going to my grandma's house in the North of Portugal, in vacation. Still, I don't remember anything and it's one of those cities that I want to properly visit, because Oporto is, to me, one of the most beautiful cities my countrie has, with that amazing view of the Douro river accompanying us. 


... VI STARWARS / WATCHED STARWARS

Antes que me matem, por favor. Está há imenso tempo na lista de filmes que quero ver, mas tenho sempre preguiça por serem milhares de filmes que datam quase do tempo da minha bisavó. Sim, sou mesmo uma pessoa muito preguiçosa. E não, não quero começar a ver a partir de um determinado filme. Ou vejo tudo, ou não vejo nada. Portanto... Talvez aos 22?

Before you kill me, please. This has been for a long while in my list of movies that I want to watch, but I'm always lazy about it because they're like thousands of movies probably from the my great grandmother's time. Yes, I am an extremely lazy person. And no, I don't want to start watching them as of a particular movie. I either watch them all, or I don't watch anything. So... Maybe when I'm 22?

... FUI A UMA DISCOTECA / WENT TO A DISCO BAR

Dificilmente contaria a minha entrada de 2 minutos na discoteca de Évora, a Práxis, como uma ida à discoteca. Entrámos, vimos que estava a abarrotar, uma amiga minha estava a sentir-se mal, saímos e foi esta a minha experiência. Bares? Sim, imensos. Discotecas, não posso dizer que tenha ido - nem sinto necessidade de o fazer. Cada vez mais aprecio sítios ao ar livre, ou cafés com música onde se possa estar à vontade. Não gosto de demasiadas pessoas enfiadas num espaço pequeno, nem aquele cheiro horrível com que ficamos a tabaco depois, já que não fumo. No entanto, se isso se proporcionar e for o sítio para onde a noite está a ir, força. Talvez no futuro. 

I could hardly define my 2 minutes experience at this disco in Évora called Práxis as a disco experience. We got in, saw that it was crowded, a friend of mine was feeling unwell, got out and this was my one time in the disco. Pubs? Yes, a lot of them. Discos, I can't say that I have - nor do I feel the need to visit them. More and more I appreciate outdoor places or cafes with music where we can be comfortable. I don't like small places where there are a lot of people confined, nor do I like that horrible smell of tobacco we get afterwards, since I don't smoke. However, if that's where the night is headed to and there's nowhere else to go, let's do it. Maybe in the future. 


...

E vocês, o que é que vocês nunca fizeram até aos dias de hoje? 
What about you, what have you guys never done up until today?

8 comments so far

  1. Gostei muito deste desafio, tanto que partilhei a minha versão no blogue. Tal como tu, nunca vi Star Wars e já está na minha lista há tempo demais!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu cheguei a ver o teu desafio na altura, e gostei muito das modificações que fizeste! :)

      Delete
  2. Também sofro de ataques de ansiedade e já consegui ir a festivais e a concertos (tipo meo arena, na plateia). É caso de aprenderes pontos "estratégicos". Colocares-te em sítios onde vejas que consegues sair facilmente se necessitares e onde possa haver seguranças também. Isso a mim faz-me acalmar um pouco a ansiedade :)
    Quanto ao resto, só não visitei o Porto também :)
    Beijinhos**
    Rose
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu já pensei em pagar um bocadinho mais e ir para os balcões, pois são menos atafulhados com pessoas e menos claustrofóbicos para mim, embora ainda não consiga imaginar-me em sítios como um festival com milhares de pessoas, onde acho que não vou conseguir sair dali nunca mais, ahah.
      Mas obrigada pelo conselho, é uma boa técnica a experimentar :)

      Delete
  3. Também ainda não visitei o Porto e ando ansiosa de fazê-lo! Acreditas que também nunca vi Star Wars?! Quando estava na Disney era literalmente a ovelha negra, ainda por cima tinham Stormtroopers espalhados por todo o lado aahah Se isso não fosse o suficiente, faço anos a 4 de Maio e levo sempre com o May the 4th!

    Marta Rodrigues, Majestic

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oh meu Deus, isso deve ser mesmo o cúmulo ahahah, ainda por cima fazeres ano no 4 de Maio, tenho pena de ti :p
      Mas sim, tenho mesmo que ganhar coragem para ver os filmes!

      Delete
  4. Também nunca vi Starwars mas quero muito. Quando tiver mais tempinho, vou dedicar-me direito a isso.
    Rapariga!!! Tens mesmo de ir a um festival, compreendo que queiras controlar a ansiedade primeiro, porém, posso desde já deixar-te um ou outro conselho caso vás antes de te sentires preparada:
    1) Vai o mais cedo possível, assim, podes explorar o recinto com o teu tempo e espaço, fazendo todo o tipo de passatempos e cobiçando tudo o que vendem;
    2) Na hora dos concertos, fica a meio - lá a frente quase não dá para respirar, atrás é impossível quase ver, a meio tens a visão perfeita e o espaço necessário;
    3) Para o caso de te sentires mal, leva uma garrafa de água de 1L, esconde a tampa no sutiã e vai bebendo ao longo da tarde para te refrescares e sentires a respiração mais limpa.

    Também era ansiosa e a primeira vez que fui a um festival estava muito assustada. Agora, o que mais quero é ir. Fico sempre à espera da altura dos meus anos para ver se as pessoas me oferecem bilhetes de festivais eheheh

    ReplyDelete
    Replies
    1. Querida Joana, muito obrigada por teres perdido tempo a dares-me estes conselhos sobre como controlar a ansiedade. Já há muito tempo que ando a querer ir a um festival, se num futuro próximo isso acontecer, vou usar as tuas dicas para me ajudar de alguma forma. Muito obrigada :)

      Delete

SHE WRITES © . Design by FCD.